bannerAscom
«Voltar

Detran amplia atendimento do Pró-Vítimas

O presidente da Associação de Moradores do Nordeste de Amaralina, em Salvador, Manoel Pedro Santana Filho, 53 anos, presenciou o atropelamento do sobrinho, de 15 anos, atingido por uma moto pilotada por um adolescente sem habilitação."Registrei a ocorrência e chamei a atenção do jovem pela forma como ele conduzia a moto. Meu sobrinho foi arremessado e teve fraturas nas costelas. Ele deu sorte, mas poderia ter morrido", contou.
 
A história do líder comunitário foi relatada, nesta sexta-feira (7), no Seminário de Formação e Capacitação de Agentes Multiplicadores do Pró-Vítimas, programa do Departamento Estadual de Trânsito ( Detran-BA) de atendimento a vítimas de acidentes e familiares. O evento foi realizado na Fundação Luís Eduardo Magalhães, parceira do Detran na iniciativa, que oferece assistência psicológica, social e jurídica. 
 
O Pró-Vítimas já atendeu quase mil pessoas, na capital baiana, em cinco meses. No seminário, foi anunciado que haverá também atendimento em fisioterapia, a partir de maio. "O nosso objetivo é mobilizar vários setores da sociedade para acolher essas pessoas e reduzir a violência no trânsito. Por isso, estamos ampliando o trabalho, com a fisioterapia, após analisarmos que há uma demanda significativa por este tipo de atendimento", declarou a coordenadora do Pró-Vítimas, Glayce Albernaz.
 
O Detran implantou uma unidade exclusiva para o programa, que funciona no bairro do Rio Vermelho. Para se cadastrar, a pessoa deve entrar em contato pelos telefones  (71) 3033-3849 (71) 3022-3849 ou acessar o site do departamento - www.detran.ba.gov.br.