Dicas de segurança para pilotar moto

Data
Termos
Moto

Dicas de segurança para pilotar moto:


 

  • PILOTAGEM DEFENSIVA: essa é uma das principais dicas para evitar acidentes. No trânsito, o motociclista precisa ser visto pelos outros motoristas. Os “pontos cegos” podem oferecer perigo e para evitá-los o ideal é manter os faróis e lanternas acesos dia e noite. É indispensável manter distância dos outros veículos e evitar fazer ultrapassagem pela direita do carro. Em um cruzamento é importante reduzir a velocidade e olhar para os dois lados, mesmo que a preferência seja sua.

  • CONHEÇA SUA MOTO: Antes de sair para lugares distantes você deve conhecer sua moto para evitar possíveis acidentes. Faça um teste de adaptação nas ruas do seu bairro, verifique a maneira como funcionam os freios até adaptar-se ao seu veículo.

  • FRENAGEM: Em pistas secas o modo indicado de frear a moto é usando 70% da força dianteira e 30% da força traseira. Em pistas molhadas deve-se inverter as forças, aumentando na roda traseira e diminuindo na roda da frente. Apenas os dedos indicadores e médios devem ser usados na frenagem, para evitar que em casos de desespero você aperte com a mão toda, usando mais força, podendo causar acidentes. É importante ter cautela ao passar por pistas escorregadias, manchas de diesel no asfalto, buracos e outros problemas das vias.

  • POSTURA: A postura adequada para pilotar com segurança é deixando o peito do pé apoiado na pedaleira. Dessa forma o condutor terá mais sensibilidade para pressionar a pedaleira, além de ter o pé protegido. A força deve ser concentrada nas pernas e os joelhos devem ficar junto ao tanque para proporcionar maior estabilidade. Os braços devem ficar mais relaxados para facilitar nas manobras e os cotovelos devem ser posicionados para fora e não para baixo, de modo a não desestabilizar o corpo.

  • GARUPA: Para levar alguém na garupa é necessário redobrar a atenção ao pilotar. O passageiro deve seguir os movimentos do piloto durante as curvas e manter as pernas presas junto ao corpo dele.

Equipamentos e roupas apropriadas

Quando o assunto é segurança vale a pena investir em proteção. A seguir listaremos alguns itens essenciais para preservar a integridade física de quem curte pilotar moto.

Capacete

O capacete é o item de segurança mais comum para quem anda de moto. Ele deve ser usado com a viseira fechada para proteger os olhos de poeira, poluição e outros. Além disso, ele deve ser justo para não sair da cabeça em caso de queda. O uso desse equipamento é obrigatório e o descumprimento dessa lei gera multa.

Calçado

O uso de chinelos e sandálias não é permitido, pois não oferecem nenhum tipo de proteção aos pés. O ideal é usar tênis ou bota.

Luvas

Esse acessório auxilia em dias de chuva e protegem as mãos em casos de impacto. As luvas de couro são mais resistentes, embora sejam um pouco mais caras.

Roupas

O ideal é o uso de jaquetas de poliéster e poliamida e calças mais reforçadas. Em dias de chuva as roupas impermeáveis são as mais adequadas.

Pilotar moto à noite

No período da noite a visibilidade pode ser comprometida em algumas rodovias e isso pode dificultar para que o motorista veja a motocicleta e evite acidentes. Para aumentar a visibilidade e consequentemente a segurança, a seguir listaremos alguns passos a fim de evitar acidentes.

  • O uso de fitas fluorescentes na parte de trás jaqueta e no capacete auxiliam para refletir maior luminosidade.

  • A boa iluminação da moto também é essencial. Verifique periodicamente se as luzes de freio e os faróis estão em bom estado e, caso haja necessidade, troque-os por modelos mais brilhantes (que estejam dentro dos limites da lei).

  • Coloque mais dois faróis na motocicleta, afinal três corretamente alinhados chamam mais atenção que um só.

  • Procure pilotar de acordo com a velocidade permitida nas vias. Afinal, a sua segurança deve vir em primeiro lugar.